Gil!

Olá!

Com um dia de defasagem por causa da eleição e estresses em geral, vim aqui, sem mais delongas colocar o álbum da semana pra tocar. Eu percebi que ainda não tinha falado de nenhum álbum brasileiro, o que é uma falha por isso vou começar já com a nata.

Eu vou falar do Refazenda do Gilberto Gil, que ai, pra mim é um dos melhores álbuns de música brasileira de todos. Eu nem preciso falar quem é o Gilberto Gil né cara, famosão aqui e no exterior, lindo, maravilhoso e faz música bonita.

Hehe

O Refazenda é de 1975 e suas faixas são massa pacas, elas são bem mpb assim, violão e batida legal. Eu gosto muito de música brasileira porque é bem dançável assim, e eu adoro dançar e cantar junto (já que meu inglês não é aquelas coisas)

  1. Ela – Essa música é bem amor, ela é bem gostosa de dançar, tem uns metais legais.
  2. Tenho Sede – TRAGA-ME UM COOOOPO D’AGUA TENHO SEDE E ESSA SEEEDE PODE ME MATAAAAAAAR, ai eu amo essa música.
  3. Refazenda – A música que da nome ao álbum não fica nada atras, ela é linda só que eu acho muito difícil de cantar, pra mim a letra é muito enrolada, o que me faz admirar ainda mais o Gil.
  4. Pai e Mãe – Essa é lentinha, tem uma letra bem bonita, eu acho.
  5. Jeca Total – Eu imagino que essa música tem um cunho meio político, acho interessante, é tudo bem subjetivo
  6. Esse é Pra Tocar no Rádio – Então, como eu disse, eu admiro a dicção do Gil.
  7. Ê, povo, ê – Músicas que começam com lalala ❤ é muita alegria
  8. Retiros Espirituais – Penso que essa seja a mais famosa do álbum
  9. O Rouxinol – Eu acho o vocal dele bem bonito nessa música.
  10. Lamento Sertanejo – O vocal dessa também é demais, a letra tudo, é uma das minhas favoritas com certeza
  11. Meditação – Essa música explica bem seu nome, é linda.

Ta ai pra vocês ouvirem e tirarem suas conclusões:

Esse post foi mais sucinto, mas vou tentar postar mais alguma coisa maneira essa semana.

Até, Julia

Bridge Over Troubled Water, para quem quer ficar nostálgico

Hoje eu estou me sentindo meio esquisita, não sei o que tá acontecendo comigo assim, então, como álbum resolvi falar sobre uma coisa sem erro e que eu gosto muito e sempre gostarei que é Simon & Garfunkel.

Sem palavras pra definir o que essa dupla significa na minha vida e formação musical, eu conheço desde criança porque meu pai gosta muito, então além de muito maravilhoso é algo nostálgico que costuma me deixar muito feliz, me faz lembrar minha família e todo o amor que eu sinto por eles, nem vou continuar porque isso é muito para uma pessoa que mora sozinha.

Bem, então vou ao álbum que eu escolhi pra falar dessa coisa maravilhosa, “Bridge Over Troubled Water” que também já não é deprê o bastante para um domingo chuvoso.

Pra quem não sabe, Simon & Garfunkel são uma duplinha do barulho que toca folk e iniciou nos EUA de 1957 até tempinhos atrás, eles são do caramba, vocais ó, coisa boa.

Por: mãe do “Quase Famosos”

Eu escolhi o “Bridge over Troubled Water” de 1970 porque é o meu preferido, mas não desmerece nenhum dos outros deles. Eu acho esse álbum, ai, ode a coisa boa do universo, tudo é lindo e nostálgico pra mim não tem nenhuma música que esteja nele que não me faça pensar em alguma lembrança muito boa, além disso ele tem as músicas muito bem colocadas em sua ordem. E a capa dele ❤ linda linda mil vezes, o verso dela, queria tatuar aquela fotinho deles que aparece no canto, na real, acho que vou fazer isso.

As músicas:

  1. “Bridge over Troubled Water” – Essa música, QUEM NÃO AMA? É hino isso gente, letra perfeita, melodia, vozes, tudo.
  2. “El Condor Pasa (If I Could)” – Me lembra muito minha infância é uma versão de uma musica peruana de protesto assim, demais
  3. “Cecilia” – Música mais feliz do mundo sobre um coração partido.
  4. “Keep the Customer Satisfied” – Ah, essa música é muito linda, feliz, me deixa bem alegre, sei lá me faz lembrar de coisas boas
  5. “So Long, Frank Lloyd Wright” –Linda de morrer.
  6. “The Boxer” – MINHA FAVORITA DO MUNDO INTEIRO, vou entrar no meu casamento com isso por mais que não tenha nada a ver com casamento.
  7. “Baby Driver” – Acho essa música bem sacaninha assim, não sem explicar.
  8. “The Only Living Boy in New York” – Os vocais dessa música, meu Deus!
  9. “Why Don’t You Write Me” – Essa música também é música de viajar pra praia.
  10. “Bye Bye, Love” – Essa é um ao vivo e ótimo porque eu gostaria bem de falar sobre como esses caras são bons ao vivo, sério, eles são um dos poucos músicos que não me incomodo de ouvir ao vivo porque eles são maravilhosos, até melhores.
  11. “Song for the Asking” – Finaliza dessa maneira épica, com essa música que tem um violão lindo.

Gente, devo lembrar a todos que eu tenho opiniões nada críticas profissionais sobre as músicas, é mais sentimentos que me vem, vocês podem dar a opinião de vocês ai sempre que será maravilhoso.

Vou colocar uma playlist com o álbum pra vocês ouvirem MAS eu recomendo mil que vocês baixem/comprem porque não vão se arrepender.

https://www.youtube.com/playlist?list=PLEABCB261CC66F27E

É isso pessoal, obrigada por lerem.

Julia.